Cuidar da Profissão -

Cuidar da Profissão
 

Sem Democracia e Igualdade,

Nenhuma PAZ é possível!


proposta
30/07/2013 - 11h04 - Atualizado em 10/08/2013 - 13h49
Chapa Cuidar da Profissão - Brasil(SP)
TAMANHO DA FONTE A- A+
  Curtir  
Democracia e Participação - o CNP

 Para CUIDAR do Processo Democrático de Participação da Categoria nas Decisões - o Congresso Nacional de Psicologia


O Congresso Nacional de Psicologia - CNP é a instância máxima de deliberação do Sistema Conselhos de Psicologia. No CNP são definidas as diretrizes e ações políticas que devem ser priorizadas durante o triênio subsequente, ou seja, ele é o orientador para as gestões dos Conselhos Regionais e Federal de Psicologia.

O CNP ocorre a cada de três anos e é fruto de um amplo processo democrático, em que todas(os) as(os) psicólogas(os) podem contribuir para o projeto coletivo da profissão, desde os eventos preparatórios, que ocorrem nos municiíos, até a etapa Nacional, em que estão presentes delegadas(os) de todos os CRPs.

 A Psicologia foi a primeira profissão a adotar esse mecanismo democrático, inspirado nas Conferências de Saúde. O primeiro Congresso da Psicologia ocorreu em 1994. É preciso compreender esse evento como o maior processo de consulta democrática às(aos) colegas psicólogas(os).

Alguns números do último CNP são impressionantes: o Sistema Conselhos de Psicologia promoveu cerca de 450 EVENTOS RPEPARATÓRIOS, envolvendo 12.000 participantes. Em seguida, foram 209 PRÉ-CONGRESSOS, com 5.000 participantes. Em ambas as etapas, construímos propostas que foram levadas para as etapas regionais. Nos CONGRESSOS REGIONAIS tivemos cerca de 1.500 delegadas(os), que analisaram e votaram em propostas Regionais e Nacionais, produzindo um Caderno final para seu próprio Regional e enviando as propostas eleitas para a Etapa Nacional.

No CNP, tivemos cerca de 250 delegadas(os) que representavam todas as regiões do país e elegeram 285 propostas que servirão de diretrizes para a próxima gestão, antes mesmo de o processo eleitoral se definir.

O compromisso do CUIDAR DA PROFISSÃO com a execução dessas propostas deliberadas demonstra respeito pelo processo democrático e pela construção coletiva que priorizou a construção de consensos, na maioria dos tensionamentos surgidos.Quem participou do CNP pode participar ativamente dessa construção coletiva.

O compromisso prioritário do CUIDAR DA PROFISSÃO é com o cumprimento das deliberações do CNP! Porque respeitamos profundamente essa construção democrática pautada no respeito à diversidade e na possibilidade de expressão dos tensionamentos, sem preconizar o homogeinização de posicionamentos, mas contemplando toda a diversidade de opiniões e a heterogeinidade de temas que constituem o universo da Psicologia.

Um desafio que se impõe à nova gestão é o de que o Sistema Conselhos mantenha a estrutura democrática atual e lute pela aprovação da PL 4364/2012 (Projeto de Lei que altera a Lei nº 5.766, de 20 de dezembro de 1971, que cria o Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Psicologia), em tramitação no Congresso Nacional, para que os avanços democráticos alcançados pela Psicologia brasileira não fiquem à mercê de desejos e compromissos de grupos contrários ao avanço da democracia interna ao Sistema Conselhos. 



Curtir





    Assunto(s) Relacionado(s)

01/08/2013 - Processos de Gestão
01/08/2013 - Aval. Psicológica - Satepsi
30/07/2013 - Democracia e Participação - o CNP
30/07/2013 - Política Financeira
30/07/2013 - Referências para Atuação
21/07/2013 - Processos Formativos
18/07/2013 - Democratização da Comunicação
18/07/2013 - Regionalização e Ampliação da Participação
18/07/2013 - Contexto Clínico - Aval. Psicológica
18/07/2013 - Avaliação Psicológica
18/07/2013 - Avaliação Psicológica no Contexto do Trânsito
 

Criação - Desenvolvimento - Hospedagem - Atitude1.com.br