Cuidar da Profissão -

Cuidar da Profissão
 

Sem Democracia e Igualdade,

Nenhuma PAZ é possível!


proposta
31/07/2013 - 12h24 - Atualizado em 10/08/2013 - 13h48
Chapa Cuidar da Profissão - Brasil(SP)
TAMANHO DA FONTE A- A+
  Curtir  
População Idosa

 Para CUIDAR dos Direitos da População Idosa

O MOVIMENTO CUIDAR DA PROFISSÃO tem uma indelével marca na luta pelos direitos humanos, além de importantes contribuições seguidas de inúmeras conquistas no contexto das políticas públicas. Na gestão do Conselho Federal de Psicologia – CFP, esforços vêm sendo envidados no sentido de alertar e mobilizar a categoria quanto à necessidade urgente e prioritária de avançarmos na garantia efetiva dos direitos e da dignidade das pessoas que envelhecem. 

Durante duas gestões o Conselho Federal de Psicologia ocupou assento no Conselho Nacional de Direitos da Pessoa Idosa - CNDI, reuniu psicólogas(os) de todo país em um seminário nacional realizado em Brasília com o tema Envelhecimento e Subjetividade: desafios para uma cultura de compromisso social. Incluiu o tema envelhecimento na pauta da Ulapsi – União Latino Americana de Psicologia e, conjuntamente com a OAB, publicou sobre a falta de infraestrutura mínima para abrigamento e/ou internação em um relatório de inspeção que realizou em diversas ILPIs - Instituições de Longa Permanência para Idosos, em dez capitais brasileiras e no Distrito Federal.
 
Hoje o Estado brasileiro não compreende o envelhecimento como uma conquista, nem como valor para a sociedade. Ao contrário, os idosos dependentes são responsabilizados pela própria fragilidade e os preconceitos contra eles são tolerados e muitas vezes naturalizados.
 
O desafio do MOVIMENTO CUIDAR DA PROFISSÃO para a próxima gestão do CFP é continuar a enfrentar os preconceitos e lutar pelo fortalecimento das políticas, envolvendo o Estado, a sociedade e a Academia, em defesa um modelo de atenção baseado no respeito, na dignidade, na valorização e na reinserção social das pessoas idosas como cidadãs produtivas, sujeitos de direitos, de modo que possam assumir papéis sociais compatíveis com seus potenciais, seus acúmulos, suas capacidades e suas aspirações. 
 
 


Curtir





    Assunto(s) Relacionado(s)

08/08/2013 - Questões Étnico-Raciais
31/07/2013 - População Idosa
23/07/2013 - Vulnerabilidades de Crianças e Adolescentes
23/07/2013 - População Amazônica
18/07/2013 - Adolescência
00/00/0000 - Infância
 

Criação - Desenvolvimento - Hospedagem - Atitude1.com.br